Cristo ou não Cristo?

Uma das grandes discussões de “Cinco ou seis ensaios…” foi se filmavámos ou não o Cristo Redentor, símbolo do Rio de Janeiro e eleito em 2007 como uma das maravilhas do mundo. Nossa diretora, Jane de Almeida, foi enfática: “Sem Cristo”, busca-se um olhar diferenciado, a experimentação.

Houve sim muita discussão e o indicativo de várias possibilidades, ângulos, situações. Dias e reuniões foram motivadas pela ausência pressentida. Até que Jane nos mostrou este trecho do filme “Ulysses Gaze” (To vlemma tou Odyssea), “Um olhar a cada dia”, em português, de Theo Angelopoulos, e a discussão acabou. Todos condordamos que este seria o melhor plano de filmagem.

Ensaio no barco: desafiador e instigante

Um dos ensaios dentre os cinco ou seis que podem ser quatro ou três, será com as câmeras em um barco. Para termos acesso às decolagens e aterrissagens do Aeroporto Santos Dumont somente assim, via mar, pois a burocracia da Infraero impede qualquer filmagem no horário de funcionamento do aeroporto fora das áreas comuns. E pista? Nem pensar! Como fazer 3D sem profundidade de campo?

Então a opção foi fazer via mar, de um barco. Aproveitaremos para filmar a Ponte Rio Niterói e o castelo da Ilha Fiscal, realizando o sonho de nosso produtor, assistente de câmera, fotógrafo, assistente de direção, magic man, Fábio Pestana.

Estabilizar as câmeras no barco será um desafio para a equipe, e também uma ótima oportunidade para se experimentar linguagens em altíssima resolução nas ondas do mar.

E nada como outro filme para inspirar…

Reunião ViaSkype – Pesquisa de Locações – Relato

Reunião via Skype, terça-feira, 12/04, às 19h.
Participaram: Jane, Alfredo e Caru.

Alfredo não conseguirá estar esta semana aqui, na sexta-feira para fazermos a pesquisa de locação, então, ficamos com a sexta-feira (com a presença de XXX e Fabião) e na segunda com a de Alfredo também.

Locações:
Aeroporto – ok / Brooklin – Ponte estaiada – ok / Paulista – saída – ok / Metrô linha Amarela

Uma viagem na nova linha do metrô de São Paulo, a Amarela, é uma boa opção para imagens 3D

Pari – ok / Terraço Itália – ok / Santa Efigênia – ok

Pensamos o seguinte roteiro de locações:

1º dia – Helicóptero (Paulista, Ponte estaiada (Marginal Pinheiro, Berrini e região), Terraço Itália) – lembrando que o helicóptero terá que ser dia/noite.

2º dia – Manhã: Dia aeroporto
Tarde: talvez uma manifestação cultural/esportiva.

3º dia – Manhã: Centro
Tarde: Santa Efigênia

4º dia – Manhã: Paulista
Tarde: metrô linha Amarela.

Ver se o metrô novo tem o tatuzão.
Tentar pegar um treino de futebol.

Precisa-se ver se necessita iluminação, se necessitará. Precisamos fechar os locais a serem visitados na sexta e os da segunda, e o horários…

Pré-Roteiro de “Seis ensaios a procura de uma narrativa”

O filme mostrará a cidade de São Paulo, luzes, movimentos, imagens aéreas. A cidade será o tema do filme, construindo uma narrativa de ritmos sonoros e visuais. Acredita-se que esta narrativa é adequada a um projeto fílmico deste calibre porque será usado apenas um par de câmeras 4k, suportadas por um Rig devido ao custo do equipamento e à dificuldade de encontrar especialistas para captura e edição.

Desta forma, não será necessário captar som direto e poderá ser posteriormente produzido;  a tecnologia 4k é reconhecida pelo seu aspecto de ausência de foco principal e excesso de luminosidade conduzindo a uma escala de pixels homogênea.

Esta imagem se adequa ao gigantismo e aos detalhes;  este tipo de narrativa faz parte da tradição do cinema como O homem com a câmera,de Dziga Vertov (1929, http://www.youtube.com/watch?v=KytJFyMHZl0), Berlim, Sinfonia da cidade grande, de Walter Ruttmann (1927, http://www.youtube.com/watch?v=5ej84nN1WcE), São Paulo, Sinfonia da Metrópole, de Rodolfo Lustig e Adalberto Kemeni (1929, http://www.youtube.com/watch?v=UZo0mMuWp_E) e mais tarde o filme Baraka, de Ron Fricke (1992, http://www.youtube.com/watch?v=hdjUfR8CoLc&feature=related) quando retrata os escalonamentos gigantes; não serão necessários atores, podendo restringir as filmagens a três dias na cidade.

Agendada reunião via Skype para definição das locações

Com o pré-roteiro em mãos e a definição de que a filmagem será mesmo em São Paulo, tendo em vista a resposta de Brasília dada ontem pelo Secretário de Cultura, a reunião de hoje, 12 de abril, buscará definir as locações.

Na reunião de 25 de março, a primeira que ocorreu sobre este GT e o projeto do filme “Seis ensaios a procura de uma narrativa” algumas sugestões de locações foram feitas:

– Cidade à noite / – Dança / – Jogo de Futebol / – Congestionamentos / – Marginal Pinheiros / – Terraço Itália / – Imagem aérea / – Avião pousando / – Feiras do Anhembi / – Pacaembu / – Favela.