Estereógrafo chega ao Rio para filmar “Estereoensaios”

Na nublada manhã de 06 de julho desembarcou no Rio de Janeiro o estereógrafo Keith Collea, para trabalhar no filme “Cinco ou seis ensaios em busca de uma narrativa” ou “Estereoensaios” produzindo e supervisionando os efeitos estereoscópicos com equipamentos de última geração.

Keith chegou ao Galeão com 22 cases em equipamentos e muito excesso de bagagem. Graças à ação competente da Alfândega, estereógrafo e equipamentos foram liberados. As câmeras Red Epic em 3D são as mais inovadoras do cinema mundial e é a primeira vez que o próprio estereógrafo as utiliza na produção de conteúdo cinematográfico.

Amanhã, dia 07, será todo dedicado à montagem das câmeras no Rig e sexta-feira terá início a filmagem.

Clique na imagem para ver as fotos da chegada das câmeras Red Epics no Rio de Janeiro.

E a filmagem é adiada…

O estereógrafo Keith Collea

Para a tranquilidade da produção, a filmagem que deveria acontecer no final de maio foi adiada um mês. Nas negociações com o aluguel do equipamento nos Estados Unidos, Keith Collea, o estereógrafo estadunidense que desde o ano passado participa da captura das imagens do Projeto 4K3D, conseguiu um desconto mais que considerável nas câmeras Epics que serão usadas.

Teríamos que filmar com as  Reds, sendo que todos preferiam as Epics, mas o orçamento estava proibitivo. Então, Keith conseguiu que as Epics venham para o Brasil com o mesmo preço das Reds. Um feito!

Depois, a questão será a pós-produção, e o problema estará no colo de Dimi, que disse “Yes, we have time to edit and post production. Let’s rock with epics!!!!!” Anotado está!  🙂