Tavares Bastos deslumbra com sua carioquice



Equipe ajusta a câmera para gravar bate-bola

O segundo dia de filmagens começou com a ida à comunidade Tavares Bastos, uma favela localizada no morro da Nova Cintra, no Catete, centro do Rio de Janeiro. Com uma vista deslumbrante, a Tavares conquistou a equipe na pesquisa de locação devido a algumas ruelas desembocarem em um campo de futebol cercado por casas verticalizadas.

A câmera segue dois meninos que buscam seus amigos na quadra para bater uma bolinha, a famosa pelada de várzea, o bate-bola, o racha, o baba. Depois, busca o contraste claustrofóbico com a amplitude do céu recortado por telhados irregulares.

Com fios de energia elétrica entrecruzados com estandartes de festas ocorridas, planos e contra-planos foram sendo capturados em 4K 3D. Equipe e imprensa ficaram abismados com a beleza das imagens.

]

Em dias de inverno, a luz cedo desaparece. Assim, buscou-se descer o morro em câmera-car, com as Epics dispostas sobre o capô da van em busca da orla do Rio, do aterro, do Museu de Arte Moderna, de Copacabana.

E o almoço foi um autêntico churrasco na laje feito por uma família de moradores, que ajudou a produção. Um clima carioca que não permite à tensão de um projeto experimental a baixo custo com demandas reais, incertezas e receios diversos virem à tona.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s